Viagem

“Viajar é um ato criativo que supõe a compreensão e a construção dos incontáveis mundos que giram à nossa volta.  Deve sempre fazer-se sem sinais de trânsito, ou seja, em todas as direções; pode ser de dentro para fora ou de fora para dentro, de cima para baixo ou de baixo para cima… Ah, e não deve desembocar nunca  no estuário ou na planície que nos acolhe,  mas nas  modificações que nos ocorrem enquanto viajamos.
Lugares de memória onde acumulamos signos visíveis e invisíveis do que nos nos foi acontecendo pelo caminho, as viagens  correm-nos atrás dos calcanhares, perseguem-nos, cruzam-se com  a nossa história e com a história dos outros, desviam-nos no quotidiano que nos abraça porque quer  sufocar, traçando em cada um de nós cenários particulares, que animam a nossa geografia íntima.”
Ana Meirelles 

Digite acima o seu termo de pesquisa e prima Enter para pesquisar. Prima ESC para cancelar.

Voltar ao topo